Header Ads

CMCG

RC reage às críticas à lei que prevê segurança a ex-governadores e rememora: "Talvez se Burity tivesse essa guarda não teria levado um tiro"



O governador Ricardo Coutinho (PSB), reagiu às críticas contra a lei que prevê segurança a ex-governadores paraibanos.

Segundo Coutinho, quem critica é porque nunca teve que tomar medidas duras, assim como ele faz.
"Determinados governantes fizeram uma crítica porque nunca tiveram problema com relação a segurança, porque sempre pactuaram com a bandidagem. Nem tomam medidas fortes como eu e como eles deviam ter tomado e não tomaram" disse.
O gestor paraibano foi mais além e declarou que se fosse avaliar a história, o ex-governador Tarcísio Burity nunca teria sofrido os tiros que levou do também ex-governador Ronaldo Cunha Lima, em um polêmico caso que marcou a política paraibana.
"Pegando um pouco da história o ex-governador Tarcísio de Miranda Burity talvez se tivesse ao menos um segurança, não teria sofrido o atentado que sofreu" disparou.
Já sobre o fato de o senador José Maranhão (MDB) também ter criticado essa guarda, Ricardo disse que Maranhão acabou sendo iludido e levadoa acreditar que estava criando uma guarda, fato que não se comprovou.
"Eu acho. Cássio não, porque Cássio é malandro. Cássio faz a política do disse me disse. Mas com certeza o ex-governador Maranhão não. Ele foi iludido por uma criação midiática principalmente do Sistema Correio e do Sistema Paraíba. Eles criaram essa história de guarda e na verdade nunca existiu absolutamente nenhuma guarda", disparou.
As declarações foram feitas durante solenidade, na cidade de Conde, nesta quinta-feira (05).

Nenhum comentário