Header Ads

Morre Luiz Clerot, ex-ministro do STM e ex-deputado federal


Vítima de parada cardíaca, morreu nesta segunda-feira (16) o ex-ministro e ex-deputado federal paraibano José Luiz Clerot, aos 82 anos. Ele faleceu, no final da tarde, em seu apartamento em Brasília. O sepultamento vai ocorrer nesta terça-feira (17), no Distrito Federal. Natural do município de Mamanguape, Clerot deixa a viúva, três filhos e netos
Advogado criminalista, Luiz Clerot foi conselheiro federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Em 1986, foi nomeado ministro togado do Superior Tribunal Militar. Aposentou-se, voluntariamente, a partir em outubro de 1988. Dois anos depois, foi eleito deputado federal da Paraíba. Durante a votação do impeachment do então presidente Fernando Collor de Mello, Clerot votou favoravelmente à admissibilidade do processo, que levaria à cassação de Collor e a perda dos direitos políticos.
No pleito de 1994, foi reeleito para a Câmara Federal. Concorreu à reeleição em 1998, novamente pelo PMDB, e apesar de ter obtido 43.867 votos, não conseguiu o terceiro mandato, ficando como suplente. Reassumiu o mandato entre maio e junho de 2000.
Tentou voltar à Câmara dos Deputados em 2002, mas ficou longe das votações obtidas na década de 1990: conseguiu apenas 616 votos do eleitorado paraibano. Embora permanecesse afastado do cenário político por opção própria, filiou-se ao PSDB em 2006 para tentar uma vaga de deputado federal pelo estado de Roraima, angariando 1.680 votos, ficando como suplente. Voltou ao PMDB em 2009 e concorreu novamente a uma vaga de deputado federal pelo estado da Paraíba, e novamente não obteve êxito, ficando com 12.740 sufrágios. Desde então, afastou-se da carreira política.

Lamento

O deputado estadual Jutay Meneses (PRB) lamentou o falecimento do ex-deputado federal e ex-ministro do Superior Tribunal Militar José Luiz Clerot. “Ele foi um paraibano ilustre, que muito orgulhou o nosso Estado. Um deputado de posições firmes e um jurista respeitado”, destacou.
Em nota, ele pediu a Deus que “conforte o coração dos seus familiares e expresso meus pêsames pelo falecimento José Luiz Clerot. Ele se foi, mas deixou um grande legado. Nunca esqueceremos a sua trajetória e feitos”, disse Jutay.


JornladaParaíba

Nenhum comentário