Header Ads

CMCG

Esposa do prefeito de Cabedelo embolsa mais R$ 28 mil da Câmara de Vereadores


Levantamento feito pelo blog do Diego Lima junto ao Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (Sagres), do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), revela que a vereadora Jacqueline Monteiro (PRP), primeira-dama de Cabedelo, vem recebendo remunerações incompatíveis à função de um parlamentar-mirim do município.
De acordo com o último reajuste aprovado pela Câmara de Cabedelo, os vereadores deveriam receber o valor fixado em R$ 8 mil, porém, não é o que vem acontecendo com a esposa do prefeito Leto Viana (PRP).
Além do salário de R$ 8 mil, Jacqueline vem recebendo pelo menos R$ 10 mil desde julho de 2017 como servidora efetiva da Casa Legislativa na função de ‘auxiliar legislativo PL-NB-3.1’, o que representar uma remuneração de R$ 18 mil mensais.
Em novembro do ano passado, o valor recebido pela esposa do prefeito como auxiliar e vereadora chegou a R$ 28.476,10. Um mês antes, em outubro, Jacqueline embolsou a quantia R$ 21.659,06.
O dinheiro recebido pela primeira-dama é superior à remuneração do próprio presidente da Câmara e braço direito do prefeito Leto Viana (PRP), Lúcio José (PRP), e de todos os outros colegas.
O blog de Diego Lima revelou que entrou em contato com o assessor de Comunicação da Câmara de Cabedelo, mas quando perguntou qual cargo ou função a vereadora exercia na entidade, o auxiliar do presidente Lúcio José desligou o celular e não atendeu mais as ligações.
A reportagem também tentou entrar em contato com o presidente da Câmara, que não atendeu as várias ligações feitas pelo blog.
Clique aqui e confira os comprovantes de pagamentos feitos a Jacqueline.

Nenhum comentário