Header Ads

Romero inicia ano letivo com novas escolas bilíngues e garantia de reajuste para profissionais do magistério



Com a implantação de mais quatro escolas bilíngues e a entrega à Câmara Municipal do projeto de lei que concede aos profissionais de educação do município reajuste de 6,81%, referente ao piso nacional do magistério, o prefeito Romero Rodrigues abriu oficialmente nesta segunda-feira, 19, o ano letivo do Sistema Municipal de Ensino.

A solenidade foi realizada na Escola Municipal Sandra Cavalcante, no bairro do Catolé, uma das unidades escolhidas para iniciar o ano com a nova metodologia de ensino, que proporciona ao aluno da rede pública a oportunidade de ser alfabetizado também na Língua Inglesa.

Além da Sandra Cavalcante, também passam a funcionar na modalidade bilíngue, a partir deste semestre, as escolas municipais Santo Antônio Promoção Humana (localizada no bairro da Palmeira), Manoel Francisco da Mota (em Bodocongó), e Gracita Melo (no José Pinheiro).

Diferente das outras duas escolas bilíngues implantadas no ano passado, as primeiras da rede pública na Paraíba, estas unidades oferecerão o ensino de dois idiomas em tempo parcial. Elas foram escolhidas por apresentarem os melhores resultados no Sistema de Avaliação Municipal da Aprendizagem (SAMA), criado pela Secretaria de Educação (Seduc) para monitorar o desempenho dos alunos.

“Há um ano, quando introduzimos de forma pioneira a modalidade bilíngue em duas escolas municipais, fizemos a opção por um salto na qualidade do ensino oferecido aos nossos alunos. Os resultados nos surpreenderam e mostraram a viabilidade de expansão do modelo, que oferece a essas crianças condições melhores de competitividade e uma oportunidade que a maioria de nós não teve de ser alfabetizado em dois idiomas”, salientou Romero, ao destacar que, com a implantação do ensino bilíngue em mais quatro escolas, o número de alunos contemplados vai subir de 400 para 1,2 mil.

Reajuste para Magistério - Em relação ao projeto de lei enviado à Câmara Municipal, que concede com data retroativa a janeiro o reajuste definido pelo Ministério da Educação para o piso nacional do magistério, o prefeito afirmou que, como vem fazendo desde o início de seu primeiro mandato, está garantindo o direito desses servidores, principais responsáveis pelas conquistas obtidas pela educação pública municipal nos últimos anos.

“Não é possível falar em avanço na educação sem dar atenção e reconhecer o trabalho destes profissionais, que seja através do reconhecimento salarial ou de outras ações tem encontrado em nossa gestão o estímulo e a motivação necessários para seguir transformando a realidade da educação pública municipal”, pontuou Romero, ao entregar o projeto à presidente do Legislativo, vereadora Ivonete Ludgério.

Por sua vez, a secretária de Educação do município, Iolanda Barbosa, revelou em sua fala que a Seduc estuda implantar o modelo em outras escolas, ainda no segundo semestre deste ano.

“Assim como fizemos com estas escolas, vamos analisar o desempenho de aprendizagem em outras unidades, já que a proficiência em leitura, escrita e raciocínio lógico-matemático é fundamental para a introdução de um novo idioma”, explicou Iolanda, ao citar como exemplo a escola Sandra Cavalcante, que integra a restrita lista de dez escolas da Paraíba que conseguiram alcançar o nível quatro de proficiência na última Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA).

Nenhum comentário