Header Ads

Parecer técnico diz que Ricardo utilizou Empreender e codificados para vencer eleição em 2014; confira parecer na íntegra


O procurador da República, Victos Veggi, já está de posse de um parecer técnico do 

Ministério Público da União, assinado pela analista Adriana Leite Montenegro, elaborado a pedido do Ministério Público Federal (MPF) e que aponta que os empréstimos do programa Empreende-PB e as contratações de servidores não efetivos (codificados e prestadores de serviços), foram preponderantes para que o governador Ricardo Coutinho (PSB) fosse reeleito nas eleições de 2014 ao governo estadual.
De acordo com o parecer técnico, os números de contratos celebrados pelo Empreender-PB com pessoas físicas acresceu em 77,99% no ano de 2014 em relação aos acordados em 2013. Já o montante financeiro despendido em 2014 superou em 87,21% em comparação a 2013.
O parecer revela ainda que no ano de 2014, as contratações de servidores sem concurso superaram as demissões de não efetivos em 1.302. O maior número de admissões ocorreram nos meses de maio, junho, julho e setembro daquele ano.
O parecer foi elaborado com base no laudo emitido pelo perito Antônio de Souza Castro, nomeado para funcionar nos autos da Ação de Investigação Judicial Eleitoral, do caso do Empreender.

Nenhum comentário