Header Ads

CMCG

Aesa alerta população para risco de banho no Rio Paraíba



Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), alerta população para risco de banho no Rio Paraíba entre Monteiro e Boqueirão devido o aumento da vazão das águas do rio São Francisco.

De acordo com o documento da Aesa, desde a última sexta-feira (9), a vazão de chegada de água em Monteiro através da transposição do Rio São Francisco foi ampliada, conforme informação do Ministério da Integração Nacional à Aesa. Isso começou a ocorrer porque duas bombas das duas últimas estações elevatórias do eixo leste passaram a operar em potência efetiva.
A Paraíba recebe águas da transposição do Rio São Francisco, através do eixo leste. Depois de chegar a Monteiro, a água segue pelo caminho natural do Rio Paraíba, passando pelas barragens de São José, Poções, Camalaú, chegando ao açude Epitácio Pessoa, conhecido como açude de Boqueirão.
Segundo projeto, quando volume do açude de Boqueirão atingir 40%, as comportas serão abertas para que a água continue a passagem pelo rio Paraíba beneficiando outras cidades. Depois de Boqueirão a água vai seguir para as barragens de Acauã, Araçagi, chegando até um perímetro irrigado na região de Sapé.

Responsável pelo abastecimento de Campina Grande e mais 18 municípios do Compartimento da Borborema, o açude de Boqueirão está com 42,7 milhões de metros cúbicos de água, o que corresponde a 10,4% da capacidade total do açude que é de 411,686 milhões de metros cúbicos de água. Entre a sexta-feira (9) e esta quarta-feira (14) o açude recebeu mais de 150 mil m³ de água de recarga. Boqueirão abastece a Campina Grande e outras 18 cidades do Agreste da Paraíba.

Nenhum comentário