Header Ads

CMCG

Jogador Thaciano de CG fala do desafio de defender o Grêmio, atual campeão da Libertadores e disputar temporada 2018

Após se destacar no Boa Esporte nas disputas da Série B do Brasileiro, onde foi artilheiro com 10 gols, o meia paraibano Thaciano de 22 anos, chamou a atenção do Grêmio de Porto Alegre, e é o mais novo reforço do time campeão da Libertadores para a temporada 2018. Thaciano, que é natural de Campina Grande, assinou contrato com o Grêmio por dois anos, e sua indicação foi feita pelo próprio técnico do tricolor, Renato Gaúcho.


As negociações para a ida de Tachiano para o Grêmio foram rápidas, e intermediadas pelo empresário Souza Gutemberg. Ele  se apresentou ao CT Luiz Carvalho, em Porto Alegre, para assinar um contrato. Em um vídeo na Grêmio TV, fez a primeira declaração como atleta tricolor.
– Estou chegando no tricampeão da América, num gigante tricolor. Espero fazer uma grande história no Grêmio. Valeu! – falou Thaciano.
De volta a Campina Grande, após assinar o contrato com o tricolor Gaúcho, Thaciano concedeu entrevista exclusiva ao PB Agora, onde falou de sua ascensão no futebol, da carreira, e do desafio que é jogar no time campeão das Américas. Ele recebeu a equipe do PB Agora na casa de sua avó, no bairro de Vila Cabral de Santa Terezinha, onde viveu toda infância e cresceu.
Visivelmente emocionado, Thaciano disse que está encarando como um grande desafio jogar no Grêmio, e confiante de que irá encontrar espaço no time treinado por Renato Gaucho.
“Estou feliz pela oportunidade de vestir mais uma grande camisa do futebol brasileiro. Espero fazer um bom trabalho. Sai com a cabeça tranquila lá do Santos, onde fiz um grande trabalho. Meu foco agora é o Grêmio”, afirmou.
Sobre o desafio de fazer parte de um elenco que terá uma temporada cheia, em que disputará o  Campeonato Gaúcho, Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores, ele disse que está preparado. E vai brigar por seu espaço no elenco vice campeão do mundo.
“Estou preparado sim. Eu já vinha me preparando a muito tempo, e chegou a hora, e consciente daquilo que tenho que fazer no clube. Agora é trabalhar muito, e jogar ao lado dos melhores, o que faz com que você evolua. Vou trabalhar para quando chegar a minha oportunidade, eu abraçar” disse.
O jogador campinense disse que conhece alguns dos jogadores do Grêmio, a exemplo do lateral Leo Gama.
Em relação a sua meteórica passagem pelo Santos, ele disse que foi fundamental para impulsionar a sua carreira.  Ele disse que aprendeu muito com o grupo e com o técnico Dorival, e só não conseguiu se firmar, por questões contratuais.
As boas atuações na Série B, ajudaram o Boa Esporte a fazer uma boa campanha e sonhar com a Série A. Thaciano disse que a Segunda Divisão do Brasileiro em 2017, foi uma das mais acirradas com grandes clubes, que brigavam pelo G4.
Thaciano disse que sempre sonhou em se tornar jogador de futebol, mas não esperava uma ascensão tão rápida. E não esqueceu de agradecer aos pais, amigos e a avó Luzinete, que sempre o apoiaram.
“Eu sempre botei que minha cabeça o trabalho. Fui trabalhando e conquistando as minhas coisas, sem dar passos largos. Agora estou tendo uma grande oportunidade com uma grande camisa, e espero fazer bem o meu papel” destacou.
O jogador destacou que nunca esquece de sua origem e sua história. Por isso, faz questão de visitar seus familiares e reencontrar os amigos no bairro de Vila Cabral de Santa Terezinha.
“As pessoas torcem muito por mim. Aqui foi onde eu nasci, foi criado. É sempre bom rever os amigos e a família.
Como o futebol é movido por sonhos Thaciano disse que sonha em dia vestir a camisa da Seleção Brasileira. Ele observou que o elenco que vai disputar a Copa do Mundo este ano, já está fechado pelo técnico Tite. No entanto, no futuro, ele espera também ganhar oportunidade na seleção canarinha.
O atacante anotou 10 gols em 27 jogos na Série B e foi o artilheiro do Boa na competição ao lado de Rodolfo. Após chamar a atenção nas disputas da Série B de 2015 e do Mineiro de 2016, Thaciano foi emprestado para o Santos, para compor o time B. O ex-técnico da equipe, Dorival Júnior, promoveu o jogador ao elenco principal do Santos no início deste ano, onde atuou apenas uma vez. Animada com a evolução de Thaciano, a diretoria santista chegou a se movimentar para contratar o jogador em definitivo.
No final de junho, sem acordo pela renovação do empréstimo, Thaciano deixou o Santos e voltou ao Boa Esporte, onde se tornou artilheiro da Série B com 10 gols.
Thaciano, foi revelado pelo Porto-PE, onde disputou a primeira partida oficial em 2014. O meia também foi um dos destaques da equipe na conquista do Campeonato Pernambucano Sub-20 daquele ano.
De lá, foi para o Boa Esporte, onde participou da disputa da Série B do Campeonato Brasileiro e do Campeonato Mineiro, realizando 20 jogos e marcando 5 gols.
Na equipe sulmineira, o jogador também chegou a ser referência no setor ofensivo, mas acabou perdendo espaço na reta final do Estadual, que acabou com o time sendo rebaixado para o Módulo II.
Nos três clubes que já defendeu na carreira, Porto-PE, Santos e o Boa Esporte, o atleta chamou atenção da comissão técnica pela polivalência. Meia de origem, ele pode atuar como primeiro ou segundo volante.

PBAgora

Nenhum comentário