Header Ads

CMCG

Denunciado por improbidade administrativa, prefeito interino de Bayeux será notificado nos próximos dias


A Comissão Processante da Câmara Municipal de Bayeux que apura o pedido de cassação do prefeito interino de Bayeux, Luiz Antônio, se reunirá nos próximos dias, para dar início aos trabalhos, com a notificação do denunciado sobre prática de improbidade administrativa.

“O prazo máximo para o processo ser concluído é de 90 dias, mas pode ser concluído antes”, afirmou o presidente da Comissão, vereador Uedson Luiz Silva, popularmente conhecido por Orelha. 

A Câmara aceitou na última quinta-feira o pedido de cassação baseado em um vídeo onde Luiz Antônio foi flagrado pedindo valores a um empresário do município, supostamente, para articular um golpe contra o prefeito Berg Lima (sem partido).

Luiz Antônio já é investigado em outro pedido de cassação, acusado, segundo áudio, de usar a máquina pública para denegrir a imagem do deputado federal André Amaral (MDB), recomendando a auxiliares “meterem o pau” no parlamentar. A Comissão tem como relator o vereador cabo Rubens e membro Adriano Martins.

Nenhum comentário