Header Ads

CMCG

"As pessoas querem uma solução do Estado para a violência e voltar a se sentir seguras”, afirma Cássio


O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) reagiu de maneira firme e enfática à tentativa do governador Ricardo Coutinho (PSB) de reeditar as velhas brigas e intrigas do passado. Segundo Cássio, há uma clara tentativa de transferir para os governos anteriores, para os prefeitos e para a própria população a responsabilidade pelo crescimento da sensação de insegurança em todo o Estado.

“Basta perguntar às pessoas, é muito simples: você se sente seguro ao sair de casa para ir trabalhar, para ir ao comércio, a uma agência bancária? Para levar seus filhos na escola? E os assaltos a banco, arrombamentos de lojas?”, questionou Cássio, acrescentando: “Passados sete anos, o governador ainda tenta transferir a responsabilidade por não ter resolvido o problema da segurança, como prometeu. Ora culpa os governos anteriores, ora os prefeitos, os comerciantes, os bancos e até a população. Mas o fato é que a população continua com medo nas ruas, e faltam policiais, porque houve uma redução no efetivo, as delegacias estão sem delegados e sem agentes”.

Na avaliação do senador Cássio, os ataques e a entrevista coletiva promovidos pelo governo nesta terça-feira (9) foram de fato uma tentativa eleitoreira de minimizar os desgastes que vem sofrendo em função da violência. Desgastes que deverão ter forte repercussão nas eleições deste ano. “A segurança será um tema central nos debates sobre o futuro da Paraíba. E a população não quer mais saber de velhas brigas, de intrigas do passado, que só atrapalham o desenvolvimento do Estado. Ao invés de atacar, ele deveria resolver. O que as pessoas querem é solução, é resultado, é que se apresente o caminho efetivo para diminuir a sensação de insegurança, que, diferente das estatísticas do governo, continua crescendo”, ressaltou.

Nenhum comentário