Header Ads

CMCG

Expectativa: Cássio ainda tem chance de estar entre os diplomados


O ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) não jogou a toalha como foi noticiado e protocolou uma medida cautelar, com pedido de liminar, para garantir a sua diplomação na solenidade marcada para à tarde desta sexta-feira, 17, na Estação Cabo Branco Ciência, Cultura e Artes, localizado no Altiplano Cabo Branco. Ele luta por um lugar que é seu conquistado através das urnas, saída da vontade de mais de um milhão e 4 mil eleitores paraibanos.

Cássio está confiante: “Espero que até a hora da diplomação a liminar seja concedida para que eu possa ser diplomado, conforme é o desejo dos eleitores que me elegeram para representá-los no Senado da República”. Se a liminar não sair, então o deputado federal Wilson Santiago (PMDB), terceiro colocado nas eleições, será o diplomado. “Neste caso, vamos esperar o julgamento do recurso no Supremo Tribunal Federal”, ressaltou.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Ricardo Lewandowski, não aceitou o agravo de instrumento do candidato a deputado estadual Bicar de Sousa Duda, numa ação contra o ex-governador Cássio Cunha Lima. A decisão do ministro Lewandowski acabou beneficiando Cássio porque o recurso, finalmente, pode ser despachado para o Supremo.

Os advogados de defesa de Cássio disseram que mesmo ele não aparecendo na lista dos políticos a serem diplomados na tarde desta sexta-feira, o ex-governador pode assumir o mandato de senador a qualquer tempo no lugar de Wilson Santiago. É bom lembrar que o outro senador eleito foi o deputado federal Vitalzinho Filho (PMDB).


Paraiba.com

Nenhum comentário