Header Ads

Negociações avançam e convenção coletiva dos comerciários pode ser fechada na próxima semana


A convenção coletiva dos comerciários de Campina Grande pode ser fechada na próxima semana, já que nesta quinta-feira (4) houve avanço nas negociações com uma reunião informal entre a direção do sindicato dos trabalhadores e representantes patronais. A reunião aconteceu no Sindlojas e na oportunidade a direção da entidade comerciária apresentou uma contraproposta aos patrões. Ela agradou e está sendo analisada, segundo disse José do Nascimento Coelho, presidente do Sindicato dos Comerciários.

Coelho disse que com essa contraproposta o piso da categoria deve ficar em R$ 1.030 (mil e trinta reais). Os representantes patronais receberam bem a idéia e agora vão se reunir entre eles para tomarem uma decisão sobre o caso, mas Coelho acredita que até a quinta-feira da próxima semana tudo deve estar resolvido e a convenção coletiva deve ser fechada.

Outros pontos pendentes da pauta, tais como hora-extra, vale alimentação e vale transporte ainda estão sendo negociados, mas também devem ser garantidos para a categoria trabalhadora, a exemplo ainda da questão dos comissionados. A data base da categoria é 1º de novembro e desde então patrões e empregados tentam fechar a convenção coletiva, mas sem sucesso.

MOBILIZAÇÃO

Por outro lado, José do Nascimento Coelho disse que caso os patrões radicalizem novamente e não queiram fechar o acordo o sindicato vai mobilizar a categoria, chamar assembleia e decidir o que fazer para garantir as conquistas do trabalhador. Possivelmente haverá mobilização nas ruas, na frente das principais lojas e redes de supermercados locais como forma de pressionar a categoria patronal. “Mas isso só vai acontecer caso os patrões não queiram negociar”, comentou Coelho.

Nenhum comentário