Header Ads

Justiça cassa mandatos do prefeito e vice de Teixeira e convoca novas eleições


O prefeito da cidade de Teixeira, no sertão da Paraíba, Edmilson Alves dos Reis (Nego de Guri), e o seu vice José Amarildo Meira de Vasconcelos, terão os diplomas e mandatos cassados pela justiça, acusados de várias irregularidades na época da campanha, dentre elas, por terem fraudado a eleição com compra de votos e abuso de poder econômico.  Dessa forma, a justiça decretou a inelegibilidade dos dois gestores pelo período de 8 anos.

Dentre outras ações ilegais descobertas pela justiça à época da campanha, a compra de votos com distribuição de material de construção e de sacos de cimento; contratação ilegal de servidores públicos às vésperas das eleições; construção de açudes com máquinas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em fazendas de eleitores; dentre outras descobertas.
De acordo com a sentença, os gestores não serão afastados de imediato, pois o protocolo ainda irá para Tribunal de Justiça, em João Pessoa, e, de lá, sendo confirmado o pedido, serão feitas novas eleições no município de Teixeira devido curto prazo de mandato, menos de dois anos.
Como se sabe, Wenceslau Marques, seu opositor, perdeu as eleições por cerca de 200 votos e as provas contra Nego de Guri são robustas.
                     

Sertão Total 

Nenhum comentário