Header Ads

Bispo de Campina Grande pede a seus fiéis que façam uma faxina na política, excluindo maus representantes nestas eleições


Após tomar posse como novo bispo de Campina Grande, dom Dulcênio Fontes de Matos vem adotando uma postura mais conscientizadora para com seus fieis.  Sendo assim, ele abriu 2018 com um discurso político-social, exortando o eleitor a fazer uma faxina na política, corrigindo os erros cometidos na escolha de maus representantes na história recente do país.
“O ano eleitoral é sempre um ano de esperança. Mas as pessoas precisam assumir um compromisso com a ética, rever a forma de escolher os políticos e fazer as escolhas certas. Precisamos aprender com os erros cometidos no passado e não repeti-los este ano. É hora de mudar a história e livrar o Brasil de tanta coisa ruim que temos visto ultimamente”, conclamou o arcebispo.
O bispo foi transferido da diocese de Palmeira dos Índios, em Alagoas, onde passou 11 anos. Dulcênio Fontes é o 8º bispo de Campina Grande. Com a posse de Dom Manoel Delson para no cargo de arcebispo da Paraíba, Campina Grande ficou sem bispo durante quase sete meses.

Nenhum comentário