Header Ads

Presidente do Campinense é condenado à prisão


Divulgada esta semana uma sentença com data de 14/11/2017, condena criminalmente a 1 ano e quatro meses de detenção, o presidente reeleito do Campinense Clube, Willian Simões Nilo. Ele foi acusado por crime de calúnia contra o ex-presidente cartola, Rômulo Leal Costa. O réu condenado tem direito no entanto, a apelar pelo cumprimento da pena em liberdade.

No documento (abaixo) assinado pelo Juiz de Direito, Paulo Sandro Gomes Lacerda, a pena pode ser substituída por prestação de serviços a comunidade, mais pagamento da multa.


Ação penal nº 0022886-26.2011.815-0011

Paraíba Todo Dia

Nenhum comentário