Header Ads

Dantas rebate ataque de deputado e dispara: “Da boca dele só saí flatulências e regurgitações verbais”


Após ser atacado pelo deputado federal, Veneziano Vital do Rego (PMDB), o vereador campinense, João Dantas (PSD) reverberou que da boca do peemedebista não poderia sair outra coisa, a não ser flatulências e regurgitações verbais. “Essas flatulências e regurgitações desse cidadão, já são bastante conhecidas na cidade, assim como são conhecidas as minhas posições de homem probo”, destacou Dantas.

João Dantas acrescentou que a diferença entre ele e o deputado, é que ele é respeitado por suas posições profícuas e pelas inúmeras instituições das quais faz parte. Dentre as quais, destacou ser membro da Academia Campinense de Letras, do Patrimônio Histórico e Geográfico e da Academia Brasileira de Literatura de Cordéis. “Sou um homem respeitado como vereador por minhas posições proficientes e acima de tudo respeitado por todas as instituições das quais faço parte”, disse.

Para João Dantas, Veneziano é detentor de um mandato de deputado federal pífio. “Talvez por isso mesmo, ele se utilize de ‘flatulências verbais’ para acusar a atual administração do Instituto Elpídio de Almeida (Isea). Na época dele, o Isea serviu de corredor da morte, de infanticídios e isso foi destaque na imprensa nacional. Tivemos momento difíceis naquela oportunidade e ele no afã de se defender regurgita e usa de flatulências verbais para defender o indefensável”, rebateu Dantas.

O vereador complementa: “Ele não aparece em nenhuma lista, não aparece na mídia a menos que seja para atacar e tentar contra-atacar a verdade. É um deputado de mandato pífio. É um deputado federal do baixo clero, em Brasília, e desce do seu posto para vir atacar um vereador decente. Gostaria de saber em que ou o que ele fez de importante para a nossa cidade enquanto deputado? Quais as emendas que ele apresentou para Campina Grande?”, questionou João Dantas.

Dantas assegurou que seu único desvio de caráter ou deformação, como o acusou o deputado federal Veneziano Vital, é de combater os desmandos da política, o descompromisso com a população e os desvios do dinheiro público. “Não é à toa que recentemente o Tribunal de Contas do Estado (TCE), obrigou os representantes do seu governo e, em consequência a tudo que ele fez, devolver mais de R$ 17 milhões aos cofres públicos. Aí realmente, eu tenho deformação de caráter, porque minha cabeça ferve, eu realmente me fixo nessas questões para defender o bem estar da população, quando é para denunciar escândalos, safadezas, assim como fizemos quando instalamos a famosa CPI do Tesoureiro para investigar os desmandos da sua gestão”, finalizou Dantas.

Nenhum comentário