Header Ads

Após ataques, Estela Bezerra nega pedido desculpas aos policiais paraibanos


Típico da parlamentar Estela Bezerra. Orgulhosa, truculenta e cheia de si. Após ataques aos policiais Civis e Militares do estado da Paraíba, a socialista se negou a pedir desculpas à categoria e, para evitar embates com parlamentares e questionamentos da imprensa, não compareceu à sessão de hoje (6) na Assembleia Legislativa.

Em entrevista ao radiofônico Correio Debate, da 98,3 FM, representantes das polícias e bombeiros da Paraíba lamentaram a postura de Estela Bezerra. Em entrevista à repórter Sandra Macedo, o presidente do Clube dos Oficiais da Paraíba, Coronel Francisco, se disse estarrecido com a postura da parlamentar e disse que os ataques não são papel de um deputado. “É um destempero que não justifica”, disse. “A deputada precisa rever sua declaração, pois ainda tem tempo de se desculpar com a família policial que foi toda agredida”, completou.

Também em entrevista ao Correio Debate, o presidente da Associação dos Inativos da Polícia Militar, Coronel Maquir, também rechaçou a postura de Estela Bezerra. “Quem se sente acuado com a presença da polícia geralmente são pessoas que devem”, refletiu. “A sociedade, o homem de bem com certeza se sente protegido com a presença da polícia”, completou.

Já a presidente da Associação dos Policiais Civis, Sônia Melo, disse que parlamentares como Estela Bezerra prestam um desserviço à sociedade e à categoria. “Importante que quando façamos críticas a postura de alguns policiais, ela não possa ser generalizada”, disse. “A polícia não é diferente das instituições de todo país, ela também padece de problemas”, completou.

Paraibaradioblog

Nenhum comentário