Header Ads

Márcio: “Ruy Carneiro não me conhece porque desconhece a força de Campina Grande"


O vice-presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, vereador Márcio Melo, afirmou que “Ruy Carneiro diz que não me conhece porque não sabe a importância e a força de Campina Grande e de sua gente e não sabe sequer onde é a Câmara Municipal campinense, local que com muita honra e retidão de caráter e dignidade atuo e defendo os interesses da população”.

Segundo o parlamentar Ruy Carneiro “não é da Paraíba, é do Rio de Janeiro, e, portanto, forasteiro, e desconhece a realidade do Estado e as necessidades da população e só cuida dos seus interesses pessoais, inclusive, usando o PSDB para conseguir retornar à Câmara dos Deputados fazendo um jogo que beneficia os adversários”.

“Defendi, defendo e defenderei a postulação de Romero Rodrigues de disputar as eleições para o Governo do Estado, com a união das Oposições, mas de forma democrática, sem puxar o tapete de ninguém, visando à vitória e permitir com que Campina Grande possa voltar a ocupar o comando do Palácio da Redenção, mas sem subterfúgios e em busca do melhor para a Paraíba”, acentuou o parlamentar.

Reafirma que Ruy Carneiro deveria estar unindo o seu partido, o PSDB, e as Oposições, em torno do nome do prefeito Romero Rodrigues, para disputar o Governo do Estado da Paraíba no próximo ano, “com reais chances de vitória” De acordo com Melo, Romero é um político “respeitado e experiente” foi vereador, presidente da Câmara Municipal de Campina Grande por várias vezes, deputado estadual, deputado federal, secretário de Estado, e agora está frente da Prefeitura Municipal campinense, tendo sido reeleito com uma votação bastante significativa, “realizando um excelente trabalho, tem todas as credenciais para retomar o caminho de desenvolvimento do Estado da Paraíba e tem uma folha de serviços prestados à Paraíba e a sua população”.

Em seu entendimento, da mesma forma como tem feito o senador Cássio Cunha Lima, Carneiro deveria valorizar e defender o nome de Romero Rodrigues, unindo as Oposições em torno do seu nome, e contribuindo para a vitória nas urnas nas eleições do próximo ano.

Para ele o presidente do PSDB deveria se empenhar para unir as oposições com Romero “e não ficar apenas pensando em seus interesses particulares, junto a outros postulantes. E Ruy deveria tomar consciência e juntar o partido e as demais legendas que integram o bloco e não fazer e contribuir para o jogo do adversário”.

Nenhum comentário