Header Ads

Camila pede vistas e adia apreciação de projeto que não contempla policiais civis


A deputada estadual Camila Toscano (PSDB) pediu vistas, durante sessão da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa da Paraíba, no Projeto de Lei 1664/2017 que trata das vagas para “promoção da polícia civil, plantões extraordinários e acumulações”. A sessão desta terça-feira (21) foi marcada pelo protesto dos policiais civis, que pediam diálogo com o Governo do Estado.

“Esse projeto não contempla e não atende os interesses de toda a categoria. Pedi vistas, atendendo uma solicitação dos policiais e também para me inteirar melhor sobre o seu teor. Eles querem uma discussão mais ampla dessa matéria ou até tentar dialogar com o Governo do Estado, algo que acho impossível, pois o governador não senta para conversar com ninguém. Ele quer impor e espera que todos reajam com um sonoro: sim senhor! Não vamos nos calar”, disse.

De acordo com a presidente da Associação dos Policiais Civis da Paraíba (Aspol), Suana Melo, as vagas propostas pelo Projeto de Lei só contemplam delegados. Ela ainda destaca que não houve diálogo algum. A categoria defende que a propositura PL precisa alcançar toda a categoria de forma igualitária. Segundo ela, os policiais civis representam 87% da classe.

Nenhum comentário