Header Ads

Farpas: presidente da CMCG se irrita com acusações de colegas e explica atraso na folha

O presidente da Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG), Nelson Gomes desmentiu as acusações feitas pelo vereador Cassiano Pascoal a respeito do não pagamento dos proventos dos funcionários e vereadores. Ele confirmou que a Prefeitura Municipal de Campina Grande (PMCG) fez o repasse do duodécimo, mas ele preferiu priorizar o pagamento do décimo terceiro, dos inativos e pensionistas.

Segundo Nelson Gomes o pedido de verba extra para pagamento da folha de pessoal no valor de R$ 33 mil, feito ao prefeito Veneziano Vital (PMDB), foi concedido e amanhã estará recebendo o repasse para pagar o salário dos funcionários e dos vereadores. Ele garantiu que até sexta-feira, (31), pagará. “Cassiano foi infeliz nas afirmações que fez. Isso se trata de coisas pessoais e não de profissionais”, disse.

Em média 200 funcionários, entre eles os comissionados, eletivos, efetivos estão sem receber e até agora apenas o décimo terceiro foi entregue. O fato aconteceu mesmo depois do repasse do duodécimo enviado pela Prefeitura da cidade. O valor deveria ser pago até o último dia 20, data limite para o repasse da quantia.

O vereador Cassiano Pascoal afirmou que a Prefeitura sempre repassa em dia o duodécimo e o que faltou a Nelson Gomes foi uma programação orçamentária, o que comprometeu o não pagamento dos salários dos vereadores e funcionários da Casa de Félix Araújo. “O salário dos funcionários não foi pago por questões administrativas internas”, frisou.

“Chegamos ao final do mês e a câmara não tem mais dinheiro. O presidente ligou para mim e tentou me explicar, alegando que havia utilizado a verba para priorizar o pagamento dos inativos e pensionistas, mas isso acontece todo mês, não justifica a ausência do nosso pagamento”, revelou.

“Não é verdade que eu quebrei a câmara, eu paguei a preferência e os inativos. Eu já tenho parte do dinheiro, mas falta um complemento, que foi justamente o que eu utilizei para adiantar o pagamento dos pensionistas e assim que eu receber farei o repasse”, declarou.

Ele informou ainda que o planejamento orçamentário foi realizado, mas a preferência era o pagamento do décimo terceiro “a folha eu posso entrar de um mês para o outro”, declarou.

As informações referentes ao duodécimo estão acessíveis no Portal Transparência (http://www.portaltransparencia.gov.br/) e comprova que as transferências entre as unidades gestoras da Prefeitura Municipal e a CMCG foram efetivadas em dia, apesar disso, o repasse ainda está em pendência.

Carta Resposta enviada pela Assessoria do presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, Nelson Gomes

Em nome da verdade e em respeito à população Presidente da CMCG responde as insinuações e notas plantadas contra a Mesa diretora

A Câmara Municipal de Campina Grande entrou em recesso parlamentar, após limpar as pautas, votando projetos dos parlamentares e do Executivo, durante sessões de dezembro. A CMCG cumpriu o que manda a LEI pagando o 13º salário de todos os servidores e comissionados da “Casa”.

Pagar o 13º em dia, conforme previsto pela legislação tem sido uma preocupação da mesa diretora desta legislatura. Foi um compromisso que o presidente da “Casa” e os demais parlamentares assumiram visando valorizar e estimular os servidores.

De acordo com Nelson, todos os vereadores entendem que é preciso respeitar o direito do servidor da “Casa”, enquanto trabalhador.

“Esta Mesa Diretora faz questão de antecipar o que é de direito para seus servidores, e nos sentimos muito satisfeitos, honrando os compromissos de salários dos próprios servidores, que são o maior bem que a instituição possui”, disse o vereador.

Com relação à informação repassada pelo vereador e ex-chefe de gabinete do prefeito Veneziano Vital do Rêgo, não é verdade que a “Casa” não concluiu sua folha de pagamento por esta administração “esta quebrada”.

O que realmente esta acontecendo é mais uma tentativa de repassar inverdades para a opinião pública, deste "Poder", que tem cumprido o seu papel como legislador, fiscalizador e administrador.

A verdade é única e atende a uma decisão do egrégio Tribunal de Contas da Paraíba, que em sua Emenda Constitucional 25, orienta o repasse, pela Prefeitura Municipal de Campina Grande, na pessoa do seu gestor o prefeito Veneziano Vital do Rêgo, além dos valores do duodécimo, a cada dia 20 do mês, OS VALORES REFERENTES A INATIVOS E PENSIONISTAS, que até o momento não foram repassados para a Câmara Municipal de Campina Grande.

De acordo com o presidente da CMCG, Nelson Gomes Filho, em contato com o Exmo. Senhor Prefeito, Veneziano Vital do Rêgo, e o seu Procurador Municipal Ilmo. Sr. Fábio Thoma, ficou acertado o repasse dos valores e, assim estamos aguardando.

Fazemos politica com responsabilidade e dentro das normas e determinações que a Lei nos obriga e orienta. A Câmara não é "Poder Executivo" e seus valores são fixos. Lamentamos o que esta acontecendo, estamos aguardando o repasse destes valores para o fechamento dos nossos trabalhos de 2010. Pedimos desculpas à população pela movimentação desonesta, maldosa e com meias verdades, disse Nelson Gomes Filho – Vereador-Presidente da CMCG.

Simone Duarte

Nenhum comentário