Header Ads

Com atraso no julgamento de Cássio, Santiago comemora posse no Senado Federal e alfineta situação do tucano: “Ele sabia que poderia ficar de fora”


Com o possível atraso do julgamento do processo de cassação do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB), o deputado federal Wilson Santiago (PMDB), voltou a demonstrar não possuir constrangimento em assumir uma cadeira no Senado Federal que seria destinada ao ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB), que pode ser impedido de tomar posse no Senado em face da Lei Ficha Limpa. Wilson Santiago foi o 3º colocado na disputa pelo Senado Federal, perdendo em votos para Cássio e Vitalzinho (PMDB).

“O ex-governador Cássio sabia do risco e decidiu concorrer, ele não tinha registro e seus advogados sabiam disso”, contou 

Santiago também lembrou episódios vividos no período das convenções partidárias em que integrantes do PSDB chegaram a assinar uma ata de substituição do nome de Cássio na disputa pelo Senado. “Eles não concretizaram a substituição por que, os nomes postos não tinham densidade eleitoral e a chapa majoritária poderia ser prejudicada”, revelou.

Por fim Santiago defendeu o nome do governador José Maranhão (PMDB), para compor o futuro Ministério da presidente Dilma Rousseff (PT).

“Maranhão tem uma experiência administrativa, muita disposição de trabalho, além da amizade de lula e Dilma. Defendendo um representante da Paraíba no futuro governo”, concluiu. 

Simone Duarte

Nenhum comentário