Header Ads

Zé Maranhão afirma que não vai demitir prestadores e joga responsabilidade de agir para adversário: “Tome a decisão aquele que já tem vontade de fazer”

O governador José Maranhão (PMDB) foi enfático, na manhã desta segunda-feira (29), ao revelar que posição irá tomar quanto à possibilidade do afastamento dos quase 36 mil prestadores de serviço do Estado: “Não vou demitir”. A breve declaração já bastaria para cair “como uma bomba” no debate sobre o assunto, porém o chefe do Executivo preferiu complementar com a alfinetada: “Tome a decisão aquele que já tem vontade de fazer”.

De encontro à recomendação feita pelo Ministério Público, que instrui a execução imediata das demissões, o governador mostrou que se mantém irredutível em sua posição e que não irá afastar nenhum prestador até o final do seu mandato.

“Você vai tirar a feira e o ganha pão de servidores que estão aí há mais de dez anos de serviços prestados. Eu sou contra a demissão; agora aqueles que estão ameaçando demitir, que encontrem a solução”

Por outro lado, José Maranhão defende uma solução alternativa, a exemplo de um Projeto de Emenda à Constituição, que propõe a manutenção de pelo menos aqueles que já possuem 10 anos de serviços prestados, garantindo sua estabilidade. Apesar da sugestão, o gestor não revelou se encaminhará tal proposta para a apreciação da Assembleia Legislativa da Paraíba até o final do mandato.


Simone Duarte

com informações da Rádio Arapuan FM

Nenhum comentário