Header Ads

Vitalzinho vai procurar líderes dos partidos na Câmara para reabrir a discussão sobre a PEC 300

O deputado federal e Senador eleito Vital do Rego Filho, Vitalzinho (PMDB-PB) afirmou nesta quinta-feira (25) que vai procurar os líderes dos partidos, na Câmara dos Deputados, para reabrir a discussão sobre a PEC 300, objetivando colocar a proposta em votação. Segundo Vitalzinho, atualmente a Câmara não recoloca a PEC na pauta de discussões porque há um objetivo claro de empurrar a proposta para o próximo governo.

“Depois da eleição eu comecei a verificar, em Brasília, como estava a discussão PEC 300. Encontrei o governo determinado a parar com a votação e esperar que a presidente Dilma assuma e a equipe econômica tome uma posição, já que o custo da PEC 300, segundo o governo, é de 13 bilhões de reais e eu fiquei muito temeroso porque a luta do sistema de Segurança Pública nacional foi muito em cima disso”, afirmou Vitalzinho.

O senador eleito disse que, ao invés de jogar a análise e votação da PEC 300 para a frente, é necessário que se crie uma linha de deliberação, para que os policiais voltem a acompanhar o andamento da proposta. “Esta linha tem que mostrar claramente aos policiais, por exemplo, quando eles começam a receber o aumento, como aconteceu na Paraíba, onde os beneficiados sabem que vão começar a receber em janeiro”.

Greve geral na PM - Vitalzinho disse que levou ao governo a sua preocupação sobre a possibilidade de uma greve geral dos policias, por conta da paralisação da tramitação da PEC. “Isso eu já coloquei para o governo porque eu noto que o governo está fechado e não aceita que se discuta essa matéria no Congresso. Os policiais estão se organizando para uma greve geral, e uma greve geral na polícia é muito grave, tanto na polícia quanto no Corpo de Bombeiros”.

O parlamentar disse também que, até a semana que vem, vai se dedicar, em Brasília, ao trabalho de convencimento junto aos partidos. “Eu não vou retornar à Paraíba neste final de semana porque tenho que me dedicar ao trabalho de convencer os líderes dos partidos a, pelo menos, reabrir uma linha de negociação envolvendo a PEC 300”.

Importância para a PB – Vitalzinho declarou que a aprovação da PEC terá um efeito muito positivo para a Paraíba, que já aprovou a sua própria PEC 300. “A aprovação da PEC será importante para a Paraíba porque, embora a Paraíba tenha, de forma inusitada e correta, já aprovado a Lei, o reforço federal aos cofres do estado seria muito importante, para diminuir o seu custo para o futuro governo”.

Ele disse que, mesmo com a garantia de que o Estado poderá arcar com os custos da PEC 300 paraibana, o aporte de recursos federais para o pagamento dos salários será de grande relevância. “Quando o governador José Maranhão concedeu o aumento aos militares ele sabia que o Estado, pelo volume arrecadatório, que já passa de 2 bilhões, terá condições de arcar com a responsabilidade. Mas a ajuda do Governo Federal, através da PEC, é importante”, afirmou Vital Filho.

Assessoria

Nenhum comentário