Header Ads

Violência no RJ: Vitalzinho defende Código de Direito Penitenciário e Política Nacional de Combate às Drogas


O deputado federal e senador eleito Vital do Rego Filho, Vitalzinho (PMDB-PB) defendeu nesta sexta-feira, em Brasília, a adoção de um Código de Direito Penitenciário e de uma Política Nacional de Combate às Drogas, como contribuições do Congresso Nacional para a busca de uma solução para o problema ocorrido, hoje, no Rio de Janeiro. Vitalzinho começou o seu discurso, na tribuna, fazendo referência a uma música do grupo musical Legião Urbana.

“Eu queria começar esta minha fala aqui da tribuna, no dia de hoje, relembrando uma frase de uma música composta por Renato Russo, vocalista já falecido do conjunto musical Legião Urbana, imortalizada na voz de Cazuza e que o Brasil inteiro cantou: Que país é este?”, afirmou Vitalzinho

Ele disse que, nestas últimas semanas, esta foi a sua grande interrogação “Que país é este? Nós estamos todos vendo, estarrecidos, o noticiário da televisão, o dia todo, dando conta de uma verdadeira guerra urbana, sem precedentes, que estarrece o Brasil inteiro”.

Segundo Vitalzinho, esta guerra traz uma preocupação adicional, por conta da proximidade com dois grandes eventos que serão sediados no Brasil: a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016. “Hoje, as imagens que o mundo inteiro vê do país que vai sediar estes dois grandes eventos são estas que a televisão tem mostrado”.

Guerra Civil – Vitalzinho afirmou que as imagens do Rio de Janeiro mais lembram uma guerra civil, como a do Iraque ou a do Afeganistão. “Nós somos uma potência mundial. Somos a oitava economia do planeta, um país de destaque no bloco dos emergentes. Mas, por outro lado, estamos passando por esta situação preocupante, não apenas para nós, brasileiros, mas para o resto do mundo também”.

De acordo com ele, esta “caricatura social nos leva a uma co-responsabilidade, pois o dever de buscar soluções para esse grave problema social está nas mãos não apenas dos policiais Militares, do Bope, da Polícia Civil, da Marinha, que em boa hora entrou no combate também, mas também pesa sobre todos nós a responsabilidade de tomar estas providências. Pesa sobre todos nós, deputados, senadores, do Congresso em si”.

Vitalzinho defendeu a criação de um novo Código de Direito Penitenciário, “pois é justamente dos presídios de onde saem as ordens para a bandidagem agir livremente” e de uma política nacional de combate às drogas  eficaz, “encarando o problema das drogas, também, como um problema de saúde pública. Só assim vamos extirpar esse mal, pois a droga é a origem do tráfico e é quem gera tudo isso”.


Assessoria
 

Nenhum comentário