Header Ads

Samsung é o fabricante mais reclamado no Procon de Campina


O Procon de Campina Grande recebe todo mês, mais de quinhentas denúncias e processa mais de trezentos e cinqüenta procedimentos administrativos. São fabricantes de celulares, financeiras, supermercados, bancos e administradoras de cartões de crédito que descumprem direitos básicos do consumidor e são reclamados no Órgão de defesa.

A rede de Supermercados BOMPREÇO, é a mais reclamada; BANCO PARANÁ a financeira que mais recebe queixas e HIPERCARD o cartão de crédito mais demandado segundo o Sindec.No mês de novembro (período de 25/10 a 25/11), a lista de reclamações está sendo liderada pelas seguintes empresas:


Ranking        Empresa                              Ramo/ Atividade

1º                    Samsung                                Fabricação de produtos

2º                    LG                                         Fabricação de produtos

3º                    Nokia                                    Fabricação de produtos

1º                    Atacadão dos Eletros             Comércio de móveis e eletros

2º                    Armazém Paraíba                  Comércio de móveis e eletros

3º                    Lojas Insinuante                     Comércio de móveis e eletros

1º                    Banco Paraná                         Assuntos financeiros

2º                    Banco Bonsucesso                 Assuntos financeiros

3º                    Hipercard                              Assuntos financeiros

1º                    Banco do Brasil                     Banco

2º                    Bradesco                              Banco
 
3º                    Banco Real                           Banco

1º                   Claro                                    Operadora de serviço telefonia

2º                   Tim                                       Operadora de serviço telefonia

3º                   Oi                                        Operadora de serviço telefonia


Com relação aos fabricantes, a maior queixa é em razão da colocação no mercado de produtos com inadequação ou com vícios de qualidade, principalmente celulares que não funcionam regularmente. Esta reclamação atinge também os comerciantes de móveis e eletros e até empresas que não tem esta atividade como principal como é o caso da C&A que comercializa celular e não assegura a troca em caso de defeito.

Já com relação aos assuntos financeiros, a principal reclamação atualmente é no tocante a dívidas impossíveis de serem pagas em razão dos juros acumulados. Geralmente o consumidor até pretende o pagamento, mas as condições oferecidas pelos fornecedores não cabem no orçamento do devedor, o que o leva a um endividamento gradativo. O Procon neste caso, facilita a mediação entre credor e devedor e na maioria das vezes a dívida é negociada.

Quando se fala em bancos, a queixa mais freqüente é da longa demora no atendimento e neste aspecto também é reclamada a rede de Supermercados Bompreço, que recentemente se comprometeu em resolver o problema. Os fiscais do PROCON atuam diariamente e verificaram que principalmente no horário noturno houve uma queda no número de autuações de 24/mês para 2/mês.

A má prestação dos serviços de telefonia móvel também se apresenta diariamente ao atendimento do Procon. São reclamações de falta de serviço, deficiência na prestação de serviços e cobranças indevidas. A principal reclamada era a Oi que em razão de compromisso firmado com o Sistema Nacional de Defesa do Consumidor vem diminuindo o número de reclamações e aumentando o número de acordo com o consumidor por intermédio dos Órgãos de defesa.

Na opinião da coordenadora executiva do Procon, Glauce Jácome, “o Procon já é uma referência em atendimento e defesa dos direitos do cidadão campinense. Em razão das reclamações que são atendidas, ou seja, resolvidas, a imagem de um Órgão que tem um procedimento rápido e efetivo é transmitida pelos usuários de forma contínua por isso o aumento no número de reclamações e também uma certa mudança de postura dos fornecedores, mas é preciso conscientizar cada vez mais a população para denunciar os abusos e as infrações aos direitos básicos do consumidor”.

O atendimento do Procon funciona de segunda a sexta, das 8 às 18h na Rua Afonso Campos, 304, Centro. O consumidor também pode acionar o Órgão através do disque denúncia 151.


Assessoria

Nenhum comentário